Terrorista em Oslo

Devo deixar bem claro que nós nacionalistas repugnamos tais actos, como os que foram cometidos por este monstro.

Todos os nacionalistas ou não nacionalistas que prezem a vida humana jamais faria uma atrocidade destas contra inocentes.

E isto tudo para dizer que a estrema-direita está a ser alvo de terrorismo jornalístico, pois este verme não pertence nem tem ideologia para tal.

Vejamos os factos como eles são:

(ver fontes no fundo da pagina)

  • O modus operandis exactamente igual ao islâmico.
  • Houve primeiro uma reivindicação de um grupo islâmico.
  • O mesmo é anti Nacional-Socialista.
  • Pertence a maçonaria.
  • É anti-racista.
  • Pro-homosexual.
  • Pro-Israel.
  • Pro-sionismo.
  • Idolatra Churchill.
  • Anti-Islamismo e Estalinismo.

“O governo da Noruega informou que vê os esforços diplomáticos dos palestinos em busca de reconhecimento como legítimos”. Algo que incomoda o sionismo.

“Ontem, o atual presidente palestino Mahmoud Abbas visitou a Noruega, na sua campanha para obter o reconhecimento do Estado palestino.”

Isto com a data de 19/07/2011

“A Noruega é um dos Países (primeiro na Europa) que anunciou o voto favorável à criação dum Estado Palestiniano na votação na ONU, no próximo Setembro.

A Noruega anunciou o retiro das suas tropas da Líbia.

A Noruega, por questões éticas, no ano passado impediu que duas empresas israelitas participassem na exploração dos poços petrolíferos no Mar do Norte.

A Noruega alcançou nos últimos anos importantes acordos comerciais com a Rússia no âmbito da exploração do gás e do petróleo no Ártico e no Iraque (13 mil milhões de barris), ultrapassando as ofertas das empresas americanas.

O Sosialistisk Venstreparti Partido Socialista de Esquerda), que faz parte da coligação de governo, apresentou uma proposta na qual é pedida uma acção militar contra Israel no caso este decida intervir militarmente contra Hamas em Gaza.

Jonas Gahr Støre, Ministro dos Negócios Estrangeiros, ao longo da semana passada visitou um campo de Verão da juventude laburista e pediu que o muro de Jerusalém seja abatido. O campo era o da ilha de Utoya onde se deu o massacre.

O animal defende a criação de uma lista de traidores e fez um catalogo para serem rotulados de acordo com a gravidade dos crimes. Quer julgamentos á moda de Nuremberga.

Na lista de traidores do animal estão entre outros o Durão Barroso, a Sra Mercle, o Hitler…

Fonte (1ver)  (2ver)  (3 ver) referentes a reivindicação feita por um grupo islâmico depois desmentida, dava mais jeito associar a Extrema-direita.